Bíblia Sagrada

II PEDRO, capítulo 1


Simao Pedro, servo e apostolo de Jesus Cristo, aos que conosco alcancaram fe igualmente preciosa na justica do nosso Deus e Salvador Jesus Cristo: (1)
Graca e paz vos sejam multiplicadas no pleno conhecimento de Deus e de Jesus nosso Senhor; (2)
visto como o seu divino poder nos tem dado tudo o que diz respeito a vida e a piedade, pelo pleno conhecimento daquele que nos chamou por sua propria gloria e virtude; (3)
pelas quais ele nos tem dado as suas preciosas e grandissimas promessas, para que por elas vos torneis participantes da natureza divina, havendo escapado da corrupcao, que pela concupiscencia ha no mundo. (4)
E por isso mesmo vos, empregando toda a diligencia, acrescentai a vossa fe a virtude, e a virtude a ciencia, (5)
e a ciencia o dominio proprio, e ao dominio proprio a perseveranca, e a perseveranca a piedade, (6)
e a piedade a fraternidade, e a fraternidade o amor. (7)
Porque, se em vos houver e abundarem estas coisas, elas nao vos deixarao ociosos nem infrutiferos no pleno conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo. (8)
Pois aquele em quem nao ha estas coisas e cego, vendo somente o que esta perto, havendo-se esquecido da purificacao dos seus antigos pecados. (9)
Portanto, irmaos, procurai mais diligentemente fazer firme a vossa vocacao e eleicao; porque, fazendo isto, nunca jamais tropecareis. (10)
Porque assim vos sera amplamente concedida a entrada no reino eterno do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. (11)
Pelo que estarei sempre pronto para vos lembrar estas coisas, ainda que as saibais, e estejais confirmados na verdade que ja esta convosco. (12)
E tendo por justo, enquanto ainda estou neste tabernaculo, despertar-vos com admoestacoes, (13)
sabendo que brevemente hei de deixar este meu tabernaculo, assim como nosso Senhor Jesus Cristo ja mo revelou. (14)
Mas procurarei diligentemente que tambem em toda ocasiao depois da minha morte tenhais lembranca destas coisas. (15)
Porque nao seguimos fabulas engenhosas quando vos fizemos conhecer o poder e a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, pois nos foramos testemunhas oculares da sua majestade. (16)
Porquanto ele recebeu de Deus Pai honra e gloria, quando pela Gloria Magnifica lhe foi dirigida a seguinte voz: Este e o meu Filho amado, em quem me comprazo; (17)
e essa voz, dirigida do ceu, ouvimo-la nos mesmos, estando com ele no monte santo. (18)
E temos ainda mais firme a palavra profetica a qual bem fazeis em estar atentos, como a uma candeia que alumia em lugar escuro, ate que o dia amanheca e a estrela da alva surja em vossos coracoes; (19)
sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura e de particular interpretacao. (20)
Porque a profecia nunca foi produzida por vontade dos homens, mas os homens da parte de Deus falaram movidos pelo Espirito Santo. (21)