Bíblia Sagrada

II CORINTIOS, capítulo 1


Paulo, apostolo de Cristo Jesus pela vontade de Deus, e o irmao Timoteo, a igreja de Deus que esta em Corinto, com todos os santos que estao em toda a Acaia: (1)
Graca a vos, e paz da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo. (2)
Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai das misericordias e Deus de toda a consolacao, (3)
que nos consola em toda a nossa tribulacao, para que tambem possamos consolar os que estiverem em alguma tribulacao, pela consolacao com que nos mesmos somos consolados por Deus. (4)
Porque, como as aflicoes de Cristo transbordam para conosco, assim tambem por meio de Cristo transborda a nossa consolacao. (5)
Mas, se somos atribulados, e para vossa consolacao e salvacao; ou, se somos consolados, para vossa consolacao e a qual se opera suportando com paciencia as mesmas aflicoes que nos tambem padecemos; (6)
e a nossa esperanca acerca de vos e firme, sabendo que, como sois participantes das aflicoes, assim o sereis tambem da consolacao. (7)
Porque nao queremos, irmaos, que ignoreis a tribulacao que nos sobreveio na asia, pois que fomos sobremaneira oprimidos acima das nossas forcas, de modo tal que ate da vida desesperamos; (8)
portanto ja em nos mesmos tinhamos a sentenca de morte, para que nao confiassemos em nos, mas em Deus, que ressuscita os mortos; (9)
o qual nos livrou de tao horrivel morte, e livrara; em quem esperamos que tambem ainda nos livrara, (10)
ajudando-nos tambem vos com oracoes por nos, para que, pela merce que por muitas pessoas nos foi feita, por muitas tambem sejam dadas gracas a nosso respeito. (11)
Porque a nossa gloria e esta: o testemunho da nossa consciencia, de que em santidade e sinceridade de Deus, nao em sabedoria carnal, mas na graca de Deus, temos vivido no mundo, e mormente em relacao a vos. (12)
Pois outra coisa nao vos escrevemos, senao as que ledes, ou mesmo reconheceis; e espero que tambem ate o fim as reconhecereis; (13)
como tambem ja em parte nos reconhecestes, que somos a vossa gloria, assim vos sereis a nossa no dia do Senhor Jesus. (14)
E nesta confianca quis primeiro ir ter convosco, para que recebesseis um segundo beneficio; (15)
e por vos passar a Macedonia, e da Macedonia voltar a vos, e ser por vosso intermedio encaminhado a Judeia. (16)
Ora, deliberando isto, usei porventura de leviandade? ou o que delibero, faco-o segundo a carne, para que haja comigo o sim, sim e o nao nao? (17)
Antes, como Deus e fiel, a nossa palavra a vos nao e sim e nao, (18)
porque o Filho de Deus, Cristo Jesus, que entre vos foi pregado por nos, isto e, por mim, Silvano e Timoteo, nao foi sim e nao; mas nele houve sim. (19)
Pois, tantas quantas forem as promessas de Deus, nele esta o sim; portanto e por ele o amem, para gloria de Deus por nosso intermedio. (20)
Mas aquele que nos confirma convosco em Cristo, e nos ungiu, e Deus, (21)
o qual tambem nos selou e nos deu como penhor o Espirito em nossos coracoes. (22)
Ora, tomo a Deus por testemunha sobre a minha alma de que e para vos poupar que nao fui mais a Corinto; (23)
nao que tenhamos dominio sobre a vossa fe, mas somos cooperadores de vosso gozo; pois pela fe estais firmados. (24)